IMPA completa 66 anos de existência e de sucesso

IMPA completa 66 anos de existência e de sucesso

Se fosse uma pessoa, o IMPA estaria vivendo o que chamam de “melhor idade”. E é bem assim mesmo. Com planos e sonhos, o Instituto de Matemática Pura e Aplicada comemora, neste 15 de outubro de 2018, seu 66º aniversário.

O IMPA foi criado em 1952 pelos matemáticos pioneiros Lélio Gama (1892-1981), Leopoldo Nachbin (1922-1993) e Maurício Peixoto (1921). É possível que, na ocasião, quase ninguém imaginasse que, em pouco mais de seis décadas, a instituição se tornaria um dos principais centros mundiais de estudo e pesquisa da Matemática.

Hoje, o IMPA tem reconhecimento e prestígio internacionais. Formou um Medalha Fields (2014) – o pesquisador extraordinário Artur Avila – e abriga em seu quadro matemáticos premiados, como o pesquisador emérito Jacob Palis e o diretor-geral, Marcelo Viana, entre muitos outros.

A organização em 2017 da Olimpíada Internacional de Matemática no Rio de Janeiro (IMO), o ingresso do Brasil no G5 – grupo de elite da Matemática mundial – e a realização do primeiro Congresso Internacional de Matemáticos (ICM) no Hemisfério Sul (ambos em 2018) são feitos memoráveis na história do IMPA.

Outra realização grandiosa é a OBMEP, que leva o ensino da Matemática a todos os Estados brasileiros, de forma simples e desafiadora. São 18,2 milhões de crianças e adolescentes que, por meio da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, acessam um espaço novo de aprendizado, em que o conhecimento matemático se manifesta de maneira agradável, animada, prazerosa.

Vale citar, ainda, a Lei 13.358/2016, que instituiu o Biênio da Matemática Gomes de Sousa 2017-2018. Além da IMO e do ICM, o Biênio propiciou a montagem do Festival da Matemática, que, em 2017, organizou mais de 20 oficinas em seus polos de atividades para as crianças e suas famílias.

Diálogo fora da academia

Para o pesquisador Emanuel Carneiro, o IMPA “é um patrimônio da comunidade matemática brasileira e da América Latina” e seu impacto no cenário internacional se deve “às ações que nunca se sobrepõem às outras, mas que se adicionam às novas vertentes na atuação do instituto”.

Carneiro afirmou que uns dos principais méritos do instituto é a atuação externa, em busca de diálogo não apenas com o meio acadêmico, mas com a sociedade brasileira.

“O novo site, com uma vertente de comunicação mais ampla; o canal no YouTube, cada vez mais popular, oferecendo eventos para crianças e universitários; a organização da IMO, do ICM e do Festival da Matemática vão se somando à perspectiva do novo campus, que representa uma nova etapa na história do IMPA, a de ampliar ainda mais esse impacto e essa relação com a sociedade”, disse o matemático.

O doutorando Sandoel de Brito Vieira é exemplo do sucesso do intercâmbio da academia com a sociedade proporcionado pelo IMPA. Destaque na OBMEP na cidade de Cocal dos Alves (PI), ele é aluno da pós-graduação do instituto.

“É memorável e nobre que, completando 66 anos, o IMPA tenha durante toda sua existência mantido o vigor em apresentar qualidade e compromisso com o trabalho que executa em prol da Matemática brasileira. O instituto, além de manter o zelo pela pesquisa de ponta, tem sido responsável por formar um bom número de profissionais que vêm ajudando a disseminar a Matemática pelo país e pelo mundo. Poder fazer parte da instituição, como aluno, é um grande privilégio, que tenho a sorte e o prazer de aproveitar”, afirmou o estudante.

De olho no futuro, o diretor-adjunto, Claudio Landim, afirma que “a direção do IMPA tem o enorme desafio de manter nos próximos anos a qualidade científica da instituição em meio a um ambiente adverso”.

Fonte: IMPA