Noticiário Eletrônico Números 74 a 77 : abril de 2016 a junho de 2016

======================================================================

Noticiário Eletrônico da Sociedade Brasileira de Matemática [SBM]

Números 74 a 77 : abril de 2016 a julho de 2016.

[SBM] https://www.sbm.org.br

======================================================================

SUMÁRIO:

  1. O Brasil teve seu melhor desempenho na Olimpíada Internacional de Matemática este ano.
  2. Diretor do IMPA recebe prêmio científico mais importante da França.
  3. Sítio da Olimpíada Internacional de Matemática IMO2017 já está no ar.
  4. Pesquisadores do IMPA ganharam o Prêmio Reconhecimento UMALCA 2016.
  5. Várias conferências satélites do ICM 2018 já foram aprovadas
  6. Medalhista nas Olimpíadas do Rio 2016 é doutoranda em  Matemática.

=======================================================================

Redator deste número: Daniel Smania (ICMC-USP).

Caro leitor, envie suas sugestões de notícias e comentários para a editoria

pelo e-mail smania@icmc.usp.br

[SBM] https://www.sbm.org.br

======================================================================

  1. O Brasil teve seu melhor desempenho na Olimpíada Internacional de Matemática este ano.

O Brasil conquistou este mês seu melhor resultado em 75 edições da Olimpíada Internacional de Matemática (IMO), realizada em Hong Kong. A equipe brasileira trouxe para casa cinco medalhas de prata e uma de bronze e garantiu o 15º lugar na colocação geral, a frente de países tradicionais como Alemanha, França e Romênia. Em comum entre os estudantes, além do interesse pela matemática, está o início da trajetória de sucesso nas competições pela Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), realizada anualmente com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Criada em 1979 por iniciativa da Sociedade Brasileira de Matemática, a OBM tem o objetivo de estimular o estudo da disciplina nas escolas, aperfeiçoar a capacidade dos professores e descobrir novos talentos. A partir do 6º ano do ensino fundamental já possível a qualquer estudante de escola pública ou privada participar da competição. Os alunos que se destacam são escolhidos para representar o país em competições internacionais.

“Boa parte dos jovens matemáticos brasileiros de talento foi descoberta pelas Olimpíadas, como o Artur Avila, que em 2014 ganhou a Medalha Fields, o prêmio de maior prestígio da matemática internacional, comparado ao Nobel”, afirma o coordenador da OBM e pesquisador Carlos Gustavo Moreira, do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Ele acrescenta que as competições têm sido decisivas na escolha dos jovens por uma carreira científica.

Alunos

Andrey Shan Chen, 16 anos, de Campinas (SP), foi medalhista de prata nesta edição da IMO. Ele participou da OBM pela primeira vez em 2010 e afirma que as competições abriram para ele a chance de novas perspectivas. “A matemática é um mundo à parte. Entrar nesse mundo te dá uma rede de relações e oportunidades que podem te ajudar pelo resto da vida”, diz.

Gabriel Toneatti Vercelli, 18, de Osasco (SP), não foi muito bem na sua primeira participação na OBM, mas não se deixou abater. “Utilizei esse pequeno fracasso como força propulsora para estudar mais, porque foi a primeira vez que senti o quanto ainda tinha a aprender mesmo na área que mais dominava”, ressalta o medalhista de prata.

Já Pedro Henrique Sacramento, 17, de Vinhedo (SP), que também ganhou a medalha de prata, relata que um mundo novo se abriu para ele graças às competições. “Conheci lugares que nunca sonhei como Romênia, Porto Rico, Tailândia, Hong Kong. Fiz amigos, conheci outras culturas e tenho oportunidades com as quais nem ousava sonhar. As olimpíadas me abriram portas, e sei que abrirão muitas outras”, conclui.

Em 2017, a Olimpíada Internacional de Matemática vai ser sediada pela primeira vez no Brasil. O calendário da OBM e das competições internacionais podem ser vistos no site www.obm.org.br.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do MCTIC.

=================================================================

  1. Diretor do IMPA recebe prêmio científico mais importante da França.

O ex presidente da SBM, Marcelo Viana, se tornou ontem o primeiro brasileiro a receber o Grande Prêmio Científico Louis D., maior distinção da França na área da pesquisa científica. É a primeira vez que a matemática é agraciada com a prestigiosa láurea concedida pelo Instituto da França, composto por cinco diferentes academias de ciências e artes, e considerado como o “parlamento dos sábios” no país.

O Diretor-geral do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Viana foi recompensado pelo conjunto de seus estudos sobre Sistemas Dinâmicos.

A solenidade de premiação ocorreu na tarde de ontem no salão nobre do Instituto da França, instalado à beira do rio Sena, com direito a toda pompa e circunstância cerimonial característica da secular instituição, criada em 1795. Viana dividiu o prêmio de 450 mil euros com o matemático francês François Labourie, da Universidade de Nice, sendo 90% do valor total destinado a um projeto científico. Ele acredita que seu prêmio, aliado às atividades em torno do Biênio da Matemática no Brasil – com a organização da Olímpiada Internacional da Matemática, em 2017, e o Congresso Mundial da Matemática, em 2018 —, contribuem de forma importante para popularizar e mudar a imagem da matemática no país.

“Muito mais do que uma honra, o prêmio que ora me é concedido representa um instrumento com potencial para impactar de forma duradoura a matemática no nosso país e o modo como esta disciplina, tão bonita, tão importante e tão incompreendida, é percebida na sociedade brasileira”, escreveu Viana, em um comunicado distribuído após a premiação.

Fonte: Portal da SBM.

=================================================================

  1. Sítio da Olimpíada Internacional de Matemática IMO2017 já está no ar.

O site da Olimpíada Internacional de Matemática IMO2017 (Rio de Janeiro) já está no ar em www.imo2017.org.br

A IMO2017 ocorrerá no IMPA, na  cidade do Rio de Janeiro,  de 12 a 24 de julho de 2017.

=================================================================

  1. Pesquisadores do IMPA ganharam o Prêmio Reconhecimento UMALCA 2016

Os pesquisadores do IMPA Henrique Bursztyn e Robert Morris foram premiados no V Congresso Latino-Americano de Matemáticos, realizado de 11 a 15 de julho na Universidad del Norte, Colômbia.

Para maiores informações acesse:

http://www.uninorte.edu.co/web/vclam/inicio

http://www.uninorte.edu.co/web/vclam/ganadorespremioumalca

 

Fonte: Portal da SBM.

=================================================================

  1. Várias conferências satélites do ICM 2018 já foram aprovadas

Várias propostas para conferências satélites do ICM 2018, que ocorrerá no Rio de Janeiro de 1 a 9 de agosto de 2018, já foram aprovadas. Estas conferências, com um foco mais restrito em uma área da Matemática, geralmente ocorrem logo antes ou depois do ICM. Dez propostas já foram aprovadas no primeiro período de envio de propostas. Elas estão listadas no sítio http://www.icm2018.org/portal/en/satellite-conferences

Lembramos que há  ainda dois períodos para o envio de propostas para conferências satélites:

De 1 de março a 23 de dezembro de 2016, e de 1 de março a 1 de dezembro de 2017.

=================================================================

  1. Medalhista nas Olimpíadas do Rio 2016 é doutoranda em  Matemática.

Laura Vargas Koch, da Alemanha,  ganhou a medalha de bronze na categoria de pesos médios do Judô. Laura faz doutorado em Matemática na Universidade de Aachen. Em uma entrevista ao  blog da VDI (Associação dos Engenheiros Alemães) Laura Koch comenta como conciliar o estudo da  Matemática com os esportes competitivos:

“É uma combinação muito boa. Eu descobri que um treino intensivo é melhor depois de longas horas pensando intensamente  sobre matemática, e não o contrário. Um ponto favorável da matemática é que você pode fazer em qualquer lugar, o que significa que eu posso facilmente estudar em centros de treinamento em qualquer lugar do  mundo.”

http://espn.uol.com.br/noticia/621082_doutoranda-em-matematica-alema-poliglota-leva-bronze-no-judo-japao-fica-com-ouro

Entrevista com Laura Koch (em alemão)

https://blog.vdi.de/2016/03/laura-vargas-koch-medaillenkandidatin-und-mathematik-studentin/