Relatório PROFMAT: Avaliação de possíveis impactos

Está disponível para acesso o relatório PROFMAT: Avaliação de possíveis impactos. O documento tem como objetivo identificar as contribuições do Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional para a melhoria da educação básica através do relato dos discentes e coordenadores do programa, além de entrevistas com os diretores das escolas onde lecionam seus egressos.
Este estudo foi solicitado pela Sociedade Brasileira de Matemática – SBM, em complemento ao primeiro relatório publicado – Profmat: Uma reflexão e alguns resultados-, como parte do processo de acompanhamento do Programa, sendo realizado pelo escritório Spineti Consultoria, Ensino e Pesquisa sob a coordenação das consultoras Dra. Flavia Carneiro da Cunha Oliveira e Dra. Cristina P. de M. Spineti Luz.

Acesse aqui

A Global Approach to the Gender Gap in Mathematical, Computing, and Natural Sciences: How to Measure It, How to Reduce It?

Está em curso uma pesquisa com o objetivo de quantificar e qualificar o “gender gap” – a discrepância da participação de mulheres e de homens nas áreas de ciências da natureza, matemática, computação, história e filosofia da ciência e tecnologia, tanto nas carreiras acadêmicas quanto fora destas. Esta pesquisa é parte de um projeto global sobre a questão de gênero, chamado ICSU Project Gender Gap in Science — A Global Approach to the Gender Gap in Mathematical, Computing, and Natural Sciences: How to Measure It, How to Reduce It? Trata-se de um esforço internacional massivo, financiado por um grant do ICSU (International Council for Science), efetivado através de uma colaboração estabelecida entre onze instituições parceiras, todas elas uniões científicas internacionais, organizações não-governamentais e a UNESCO. A pesquisa tem como base uma iniciativa de 2010 da IUPAP (International Union for Pure and Applied Physics), cujo questionário foi respondido por 15000 pessoas de 130 países diferentes. O objetivo é de, pelo menos, triplicar o número de questionários respondidos. Entende-se que os dados obtidos, evidentemente anônimos e confidenciais, serão extremamente importantes para compreender melhor a questão do gênero das áreas do tipo “STEM” (Science-Technology-Engineering-Math).

Ao longo do segundo semestre de 2017 houve reuniões ao redor do mundo para discutir e ajustar o questionário de 2010, que havia sido distribuido apenas entre físicos, para que se adequasse a todas as áreas mencionadas. Em particular houve uma reunião na Colômbia para adequar o questionário à realidade Latino-Americana, com representantes indicados pelas diferentes uniões científicas internacionais. Estive nessa reunião como representante indicada pelo ICIAM (International Council for Industrial and Applied Mathematics). Nesta capacidade faço um apelo para que todas as pessoas, mulheres e homens, que tenham feito graduação em alguma das áreas de interesse dessa pesquisa, ou que trabalhem em alguma dessas áreas, dentro e fora do mundo acadêmico, respondam ao questionário. O questionário é longo e demanda até 45 minutos para completar, mas pode ser salvo incompleto, quantas vezes for necessário, e seu preenchimento pode ser continuado num momento posterior. É importante propagar o questionário de modo mais amplo possível, usando todos os meios de comunicação disponíveis. Por favor não hesitem em compartilhar por e-mail, redes sociais, verbalmente, etc.

A pesquisa ficará aberta até 31 de outubro de 2018.

https://statisticalresearchcenter.aip.org/cgi-bin/global18.pl

Maiores informações sobre a pesquisa da Física podem ser obtidas em https://www.aip.org/statistics/reports/global-survey-physicists

O projeto ICSU pode ser encontrado em https://icsugendergapinscience.org/

Atenciosamente,

Helena J Nussenzveig Lopes (representante ICIAM)

10 questões para professores de matemática

Este livro é um guia para professores sobre ensino e aprendizado de Matemática. Aborda tópicos como: “quanto eu devo encorajar meus estudantes a serem responsáveis pelos seus próprios aprendizados em matemática?” ou “como professor de matemática, quão importante é a relação que tenho com meus alunos?” Isso dá aos professores dados oportunos e relevantes, além de análises que podem ajudá-los a refletir sobre suas estratégias de ensino e sobre como os estudantes aprendem.

Faça o download gratuito clicando aqui.

Titulo: 10 Questões para Professores de Matemática…e como o PISA Pode Ajudar a Respondê-las
Páginas : 104
Publicação : OCDE/IMPA
ISBN: 978-85-244-0444-3
1ª edição

IMPA e SBM lançam documento sobre a Matemática no Brasil

Em meio às atividades do Biênio da Matemática 2017-2018 e a oito meses da realização do Congresso Internacional de Matemáticos (ICM 2018), o IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) e a SBM (Sociedade Brasileira de Matemática) lançam o documento “Brazilian Mathematics 2018”.

O texto tem por objetivo traçar um panorama da Matemática brasileira  e de sua evolução ao longo das últimas décadas, mostrando o progresso alcançado na pesquisa, pós-graduação e cooperação internacional.

O documento discorre ainda sobre a situação da educação no país, ao abordar o papel das olimpíadas de Matemática, o tema da participação feminina e os esforços crescentes para popularizar a Matemática na sociedade.

Trata-se de um documento essencial àqueles que estão de malas prontas para vir ao Rio de Janeiro durante o ICM 2018, mas que não têm a real dimensão do papel do Brasil no cenário da Matemática mundial. Ajuda a compreender com clareza porque o país foi anfitrião da Olimpíada Internacional de Matemática (IMO), em 2017, e se prepara para ser a primeira sede do ICM no Hemisfério Sul.

Para ler o documento, acesse:

Versão em inglês: Brazilian_Mathematics_2018

Versão em português: Matemática Brasileira_2018

Fonte: Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – Impa